Professores formados em inglês podem estudar no Reino Unido

Clique neste link e obtenha mais informações!!


Aperfeiçoamento para professores de Língua Inglesa - Curso Piloto


Oportunidade de Aperfeiçoamento para Professores de Inglês!

A HeinleCengage Learning que em parceria com a EducationalTesting Services (ETS) reuniu uma equipe de especialistas em educação e ensino de idiomas para desenvolver um programa online - inovador e inédito - integrando desenvolvimento profissional e avaliação, destinado principalmente, mas não exclusivamente a professores de inglês do ensino fundamental e médio que lecionem em escolas publicas.   São dois cursos:
Ø       Inglês-para-Ensino: Promove o uso de inglês no dia a dia do ensino do idioma em sala de aula.   São 7 (sete)  seções com estimativa para  50-70 horas que devera ser completado em até 3 meses.  O TEEFT - Teste de Inglês para Ensino integra a parte final deste programa.

Ø       Conhecimento Profissional para Ensino de Inglês: é um curso de metodologia que incentiva o professor de inglês a pensar profissionalmente sobre suas atividades em classe. O TEPK - Teste de Conhecimento Profissional Essencial é aplicado no final do programa.

O material dos cursos foi desenvolvido para professores que tem nível de conhecimento de inglês básico/intermediário, (A1 a B1 no CEF) e precisam adquirir mais confiança no uso do idioma em sala de aula. 
Aos que completarem o programa e forem aprovados no teste, será entregue gratuitamente o certificado oficial da ETS. 
Aqueles que completarem o curso e fizerem a avaliação, receberão também, como gratificação da CENGAGE Learning, uma anuidade da associação de professores de inglês BRAZ-TESOL (www.braztesol.org.br) .
Estamos agora na fase de piloto, oferecendo a oportunidade para alguns professores fazer um dos dois módulos do programa totalmente sem custo. 
Importante: os professores que participarem dos cursos terão que dedicar de 5 a 7 horas semanais(de maio a julho, 2012) para completar o material online.  No final farão prova presencial em local a ser estabelecido, próximo do local de trabalho ou residência.
Se você tem esta disponibilidade e estiver interessado (a) em participar deste programa piloto, escreva para elteachbrazil@gmail.com que entraremos em contato para explicações mais detalhadas.

Araguaína, 16 de maio de 2011

17th APLITINS Seminar -Araguaína-TO

APLITINS invites all English Teachers to participate on our 17th event
IDEAS, IDEALS AND REALITY: SHARING TEACHING AND LEARNING EXPERIENCES
Where: Campus UFT-CIMBA- Aud. II
When: May 20/21th (Friday and Saturday)
Inscrições na UFT- CIMBA- Início 26/04/2011 (Prof. Elisa Alencar e Comissão)
Contatos: Rosana 63 9231 0054, Elisa 63 8116 2225


VALORES PARA SEMINÁRIO APLITINS EM ARAGUAINA - 2011

 Estudantes e membros com anuidade quitada até 2010
 R$ 25,00   Até 31/04
 R$ 35,00   Até 12/05
 R$ 45,00   No evento

Não membros e membros com anuidade em atraso anterior a 2009
R$ 45,00  Até 31/04
R$ 55,00  Até 12/05
R$ 65,00  No evento

Novos membros - o valor paga anuidade 2011 (R$ 50,00) + inscrição
R$ 60,00  Até 31/04
R$ 70,00  Até 12/04
R$ 85,00  No evento

OBSERVAÇÕES:

Membros que quitarem anuidades até 2010, pagarão de inscrição: R$ 25,00, R$ 35,00 e R$ 45,00 respectivamente

Membros que quitarem anuidades até 2011, pagarão de inscrição: R$ 20,00, R$ 30,00 e R$ 40,00 respectivamente

Valor para as anuidades em atraso: R$ 25,00 por semestre - anual R$ 50,00

By: Rosana Morales

Conceituando currículo e sua integração com as tecnologias

Araguaína, 6 de dezembro de 2010

Por Rosana Morales

Falar de currículo requer uma reflexão ampla do que seja esse termo que direciona o fazer educação em suas diversas instâncias. Aqui abordaremos, especificamente, o currículo na sala de aula. O conceito de currículo não se restringe mais a uma prática pedagógica pautada em livro didático, quadro e giz. Não queremos desmerecer esses recursos, mas com esse novo cenário do qual fazemos parte, como educador e como membro dessa sociedade diversa e repleta de tecnologias, é de extrema necessidade que a escola articule esses recursos com os conhecimentos acadêmicos e sociais. Essa articulação envolve o currículo mínimo exigido pelo programa curricular do Ministério da Educação e do Conselho Estadual de Educação e os conhecimentos de mundo histórico-social. Cada dia surgem novas tecnologias e a escola não pode “fechar os olhos” para essa nova realidade
Segundo as diretrizes curriculares da educação nacional, a escola tem a função de formar cidadãos atuantes, participativos e que tenha condições de atuar no meio social. Isso é fato, porém se escola não repensar o currículo que ora se emprega, muito dificilmente cumprirá o seu papel social. Por isso currículo é muito mais do que programa curricular: é o programa oficial, é a prática da transversalidade, é a operacionalização dos recursos tecnológicos, das mídias digitais e virtuais como meio de construção das aprendizagens educacionais. Assim, para que a educação aconteça de fato, é necessário repensar o currículo, investir em conhecimentos dentro desse novo contexto sociocultural e articular de forma prática conhecimentos acadêmicos e sociais para que o aluno possa ser “protagonista” da própria aprendizagem. As tecnologias vêm como grande parceira no desenvolvimento do fazer pedagógico em sala de aula, através de projetos curriculares voltados para o sucesso do ensino aprendizagem.

Pensando sobre possíveis mudanças e contribuições das tecnologias


Araguaína, 6 de dezembro de 2010.

Pensando sobre possíveis mudanças e contribuições das tecnologias
Por Rosana Morales

Vivemos a era da informação exacerbada. Tudo nos chega muito depressa e devemos tentar assimilar e até filtrar tudo que nos chega para adaptar ao currículo escolar dando significado e tornando a aprendizagem prazerosa aos alunos.
Quando Pedro Demo diz que a tecnologia vai se implantar aqui “conosco ou sem nosco”, significa dizer que não temos como fugir nem como negar sua existência. Significa que temos que nos deixar envolver pelo novo e nos preparar para utilizar o que nos for oferecido para implementar nossas aulas. Temos a opção de seguir o ritmo da modernidade tecnológica ou nos deixar ser encobertos por ela, apagando nossa importância na mediação dos conhecimentos que podem ser aplicados com seu uso.
Fico pensando naqueles professores que insistem em se manter no tradicional livro didático e alheio aos recursos midiáticos que podem ser utilizados para dar um upgrade em suas aulas tão previsíveis, pontuais e que muitas vezes não tem sentido nem graça alguma dentro do universo em que vivem os adolescentes. 
Para uma escola ser considerada boa não basta possuir todos os aparatos tecnológicos para serem utilizados em sala de aula, mas sim quando as pessoas envolvidas no processo de ensino e aprendizagem sabem fazer uso adequado e significativo desses aparatos dentro e fora da sala de aula. Um professor “antenado” tecnologicamente deve usufruir das mídias para manter um diálogo com os alunos através de blog, Orkut e tudo o mais que está ao seu alcance.

Reflexão sobre a aplicação da aula com material digital

Reflexão sobre a aplicação da aula com material digital
Por Rosana Morales
Sábado, 04 de dezembro de 2010.

Primeiramente quero dizer que gosto muito de ensinar a disciplina de Língua Inglesa, independente do material que utilize, ou seja, com ou sem a tecnologia, eu tento dar o máximo para tornar a aprendizagem prazerosa e significativa para os meus alunos.
A experiência na escola João Guilherme me remeteu ao tempo que trabalhei com alunos da EJA, uma época de aprendizado e desafios para mim, que estava iniciando na missão de ensinar.
            Hoje em dia estas ferramentas digitais como data show e internet formam uma dupla indispensável no trabalho do professor, ajudando a enriquecer as aulas, tornando-as interativas e significativas, principalmente se bem planejadas e bem direcionadas pelo professor.
            No dia 29 de setembro iniciei o trabalho na escola João Guilherme com o objetivo de apresentar aos alunos a importância de se aprender uma segunda Língua, utilizando, para tanto, as tecnologias disponíveis na escola. Trabalhei em data show um vídeo extraído do youtube seguido de discussões a cerca do mesmo. Na segunda aula voltamos ao laboratório para navegarmos na internet e conhecer o conteúdo de um blog, com todas as suas partes. Neste mesmo dia, dentro do blog, os alunos participaram de uma enquete criada especialmente para o tema em questão: A importância de se aprender uma segunda língua. Os alunos participaram da enquete, mesmo com suas limitações tecnológicas, respondendo as perguntas que foram elaboradas. No terceiro momento, ainda dentro do blog, orientei para que eles acessassem o link “Teaching and learning with games” levando-os para conteúdos específicos de Língua Inglesa onde havia jogos relacionados a vários conteúdos já vistos em sala de aula.
A receptividade com as atividades foram muito positivas. Sabemos que nunca atingimos 100% e nem tenho essa pretensão em apenas um trabalho realizado. O que me surpreendeu é que alunos apontados pelo professor da turma como sendo “alunos problemas” foram os mais receptivos e participativos, perguntando, respondendo perguntas, seguindo todas as orientações e até mesmo participando na hora da filmagem dos depoimentos. A aprendizagem se deu de forma significativa para eles e isso pode ser retratado aqui neste blog, onde eles deixaram suas impressões singelas no meu mural. Vale ressaltar que eles tiveram algumas dificuldades em praticar alguns jogos, tanto pela limitação tecnológica quanto pela limitação com a Língua Inglesa, mas isso não tirou deles o desejo de aprender, pelo contrário, aguçou neles a vontade de aprender mais tanto sobre as mídias como sobre a disciplina em questão.
Enquanto cursista cumpri com o objetivo de efetivar uma atividade do curso "Aprendendo e Ensinando com as TIC". Enquanto professora de Língua Inglesa pude perceber o quanto ainda temos que fazer pelos nossos alunos e pelo Inglês nas escolas. Atividades simples como esta podem despertar o interesse dos alunos mais desacreditados pelos professores e para isso basta acreditar e agir.

Convênio APLITINS E IFTO

Araguaína, 21 de outubro de 2010.

A Aplitins – Associação dos Professores de Língua Inglesa do Estado do Tocantins, através da presidente Alessandra Quirino e da tesoureira Fátima Bagatini, assinou acordo de cooperação técnica com o IFTO – Instituto Federal do Tocantins, para o estado do Tocantins. Isso significa que se alguém se propor a desenvolver projetos em um dos campi do IFTO do TO já está tudo formalizado. As partes signatárias do presente convênio se comprometem, a assumir os seguintes compromissos abaixo discriminados:


A) Convenente
I – Disponibilizar cópias e demais materiais a serem utilizados nas aulas;

II – Disponibilizar duas salas de aula para a realização das aulas, conforme calendário a ser definido pela Diretoria de Ensino de cada Campus;

III – Responsabilizar-se pela expedição de diplomas e certificados que serão providenciados pelos Campi que aderirem ao presente Convênio.

B) Conveniado

I- Responsabilizar-se pela regência das aulas;

II - Disponibilizar professores;

III - Responsabilizar-se pela coordenação e acompanhamento pedagógico do projeto;

IV – Responsabilizar-se pelo histórico escolar dos participantes;

V – Elaborar o relatório anual das atividades didático-pedagógicas desenvolvidas.

















A foto acima registra o momento exato da assinatura do convênio firmado.


É mais uma conquista da Aplitins em prol do aprimoramento da competência lingüístico-comunicativa dos professores do Estado do Tocantins. O Estado ganha, o professor ganha e o principal foco, o aluno, lá na sala de aula.

Cheers!!

Rosana Maria Martins Fernandes Morales.
Assessora de Currículo de Língua Inglesa e Aplitins Projects Coordination Araguaína.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
I am an English Teacher for 13 years. Nowadays I'm working at Diretoria Regional de Ensino de Araguaína, as an Administrator of Online Diary. My job consist on giving support to the teachers, coordinators and schoolmasters of 74 schools related to Online diary.I'm also a member of APLITINS board(English Teacher Association from Tocantins State)doing a volunteer work as 1st treasure. We organize seminars to English Teachers and this year we're celebrating 10 years of birth. I really love doing the best to improve the English Language Learning in Tocantins State. Come and Join to my blog and do your best for English Language!!
Ocorreu um erro neste gadget

O que vai fazer hoje?

Você acha importante aprender inglês?

Você está satisfeito com as aulas de Língua Inglesa da sua escola?

Seu recadinho is important!

Improve your Speaking and Listening

Seguidores